sábado, 9 de abril de 2011

Cultura tradicional e moderna se fundem no Pátio de São Pedro

O Pátio de São Pedro surgiu da construção da imponente catedral de São Pedro dos Clérigos e data do século 18. Localizado no universo caótico do "centrão", no bairro de São José, se constitui em um espaço onde cultura tradicional e moderna se fundem, além de manifestações religiosas. Ateliês, bares e restaurantes ocupam os sobrados coloridos originários do período colonial, que parecem se fechar em torno da igreja e se abrir para a manifestações diversas que recebe.

quinta-feira, 7 de abril de 2011

Livreto-postal do Lambe-Lambe será lançado nesta quinta

O lançamento de livreto-postal da mostra "Vem Ver o Lambe-Lambe - 15 anos" acontece nesta quinta-feira (7), às 19h, no Centro Cultural Correios, no Bairro do Recife. A publicação reúne vinte mil fotografias de foliões, entre eles, artistas, políticos, personalidades e anônimos, clicados nos últimos quinze carnavais do Recife e de Olinda, incluindo o período de Momo deste ano. Além do lançamento do livreto-postal, o público poderá conferir um vídeo sobre o projeto.




A exposição segue até o dia 24 e já comemora sucesso de público, que desde a sua inauguração, em 18 de fevereiro, já foi visitada por mais de 5 mil pessoas.



Quem for prestigiar o evento, irá encontrar um livreto, com textos da jornalista Danielle Romani e fotografias em formato de cartão-postal, além de um livro de dedo, cujas páginas, ao serem movidas rapidamente, formam uma espécie de animação. A estrutura da exposição conta com grandes painéis fotográficos em diversos tamanhos, cheios de imagens, textos e fragmentos.



Já a projeção audiovisual da mostra Lambe-Lambe, além de ser um registro sobre o Carnaval deste ano, também irá apresentar ao público imagens feitas por fotógrafos pernambucanos, que desde de 1995, leva às ruas de Olinda e do Bairro do Recife o projeto.



Serviço

Lançamento da segunda fase do Projeto Vem Ver o Lambe-Lambe

Centro Cultural dos Correios (Av. Marquês de Olinda 262 - Bairro do Recife)

Fone: 81-3224 5739 / 3424 1935 / 3224 5739

Visitação: De terça a sexta, das 9h às 18h; sábado e domingo, das 12h às 18h

Período da exposição: Até 24 de abril

e-mail:centroculturalcorreiosrecife@correios.com.br

terça-feira, 5 de abril de 2011

Boa notícia.Obras do shopping RioMar em ritmo acelerado

As obras do RioMar, que se iniciaram no dia 2 de setembro de 2010, chegam a março de 2011 com 94% do estaqueamento pronto, que, em linha, somam 100 Km de extensão.Cerca de 22,70 % da estrutura foi executada e os trabalhos de fechamento da fachada da obra já foram iniciados.

Hoje, cerca de 60 mil metros quadrados de lojas já foram locadas.



Atualmente, 820 pessoas de diversas formações profissionais trabalham em 2 turnos, sendo 53% delas da comunidade.



Contam com assistência necessária e fazem em média 1.300 refeições diárias.



São ofertados a todos os trabalhadores cursos com certificação do Senai, para que os mesmos sejam aproveitados na obra. Existe ainda programas de elevação de escolaridade e de requalificação para os que desejam mudar de função.



Inauguração no segundo semestre de 2012

“O compromisso do Grupo JCPM é inaugurar o RioMar Shopping em outubro/novembro de 2012” diz o seu presidente João Carlos Paes Mendonça. Para isso, o cronograma das obras está sendo rigorosamente cumprido.

Queiroz Galvão apresenta menor preço para obras da Via Mangue: R$ 319 milhões

A Empresa de Urbanização do Recife (URB) realizou, na manhã desta quarta-feira (23), a abertura dos envelopes com as propostas de preços das empresas habilitadas no processo licitatório para a construção da Via Mangue. Entre as empresas habilitadas, a que apresentou o menor preço foi a Queiroz Galvão. A construtora pede R$ 319.842.589,38 para executar a obra do sistema viário. video

As propostas apresentadas passarão pela análise da URB, que após a verificação, publicará oficialmente o resultado da licitação, com o nome da empresa vencedora, no Diário Oficial.

Participaram também as construtoras Mendes Júnior (R$ 325.516.664,44), Camargo Correa (R$ 361.335.475,65) e Odebrecht (R$ 388.487.870,04).

Os envelopes deveriam ter sido abertos na última sexta-feira (18), por orientação do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE). A obra estava estimada pela URB em R$ 418.240.635,66. O TCE emitiu medida cautelar determinando a redução dos preços. O parecer da conselheira Teresa Duere foi referendado pelo Pleno do Tribunal
De acordo com a presidente da URB, Débora Mendes, a Prefeitura do Recife obteve êxito nos recursos interpostos contra as decisões liminares apresentada no último dia 18, as quais determinavam a inclusão e exclusão de participantes do certame, e as mesmas foram cassadas. “É importante ressaltar que o entendimento jurídico que prevaleceu foi o adotado pela URB, quando do julgamento da fase de habilitação, demonstrando que a empresa sempre esteve pautada pelo mais estrito zelo com o recurso público e vinculada à legalidade”, afirmou Débora.




A OBRA – Com 4,75 km de extensão, o viário da Via Mangue será composto por faixas de rolamento para veículos, calçadas para pedestres e ciclovia. No sentido Centro / Boa Viagem, a via terá 4,75km. Já no sentido Boa Viagem/Centro, a extensão é de 4,37km. Esta obra engloba ainda a construção de dois elevados por sobre a Rua Antônio Falcão, em Boa Viagem; de oito pontes (sendo cinco para manutenção do mangue); duas alças de ligação, alargamento da Ponte Paulo Guerra e do Viaduto Capitão Temudo, além de uma passagem semi enterrada.



Esta será a primeira via expressa do Recife, com velocidade média de 60km/h. Ela não possuirá semáforos ou cruzamentos de tráfego e contemplará ainda a acessibilidade para deficientes e idosos. Com sua implantação, cria-se um cinturão de proteção do manguezal do Rio Pina, melhora-se o tráfego nos bairros de Boa Viagem e do Pina, e abre-se a possibilidade de implantação de um corredor exclusivo de ônibus na Avenida Domingos Ferreira, viabilizando o Corredor Norte-Sul.



Depois de concluída a licitação, o plano de trabalho será definido entre os técnicos da URB e da empresa vencedora do certame. Segundo Débora, a intervenção pode acontecer simultaneamente em vários locais, entre eles, a área da Rua Antônio Falcão até a entrada do Parque dos Manguezais, local de retiradas de palafitas.



A Via Mangue é um projeto desenvolvido pela Prefeitura do Recife em parceria com o Governo Federal, que conta com recursos do Orçamento Geral da União – OGU, através do Programa de Aceleração do Crescimento – PAC. Ela contempla ações de saneamento, habitação, urbanização e trará para a Zona Sul da cidade uma nova alternativa de tráfego com a implantação de uma via que irá do Pina (Ponte Paulo Guerra) até Boa Viagem (altura da Rua Antônio Falcão), margeando o manguezal com 4.750m de extensão.



Uma área de 221 hectares receberá ações de saneamento integrado com a implantação de rede de saneamento, estações elevatórias e emissários de esgoto. Três habitacionais abrigarão 992 famílias que moram em palafitas e locais próximos ao trajeto da via. O primeiro dele, o Habitacional 3 (construído na Imbiribeira), já foi entregue e recebeu 352 famílias oriundas das comunidades de Xuxa e parte de Deus Nos Acuda. Os Habitacionais 1 e 2 já tiveram suas obras iniciadas no bairro do Pina. Para estes serão transferidas 640 famílias das localidades Deus nos Acuda, Jardim Beira Rio e Beira Rio.