domingo, 8 de maio de 2011

ônibus anfíbio seja adotado no Recife

Com as últimas chuvas que caíram sobre a capital pernambucana, o recifense passou por várias situações complicadas, principalmente no trânsito da cidade. Juntando essa situação de calamidade e a irreverência do povo brasileiro, várias piadas começaram a surgir nas redes sociais.




A última delas foi da internauta Dayanna Ximenes. Em sua página no twitter (@dayannaximenes), ela lembrou de um ônibus anfíbio que circula pela cidade de Roterdã, na Holanda. Ainda brincou dizendo que o ônibus poderia ser "de linha", no Recife.



Na verdade, o veículo é voltado para o turismo na cidade européia, onde circula em vários locais, inclusive nos rios. A empresa que realiza a viajem é a Splashtours B.V. e a viajem que dura uma hora, custa €19,50 para adultos e €14,50 para crianças.

quinta-feira, 28 de abril de 2011

Pinturas em Camisas - Técnicas de Xicco Limma

Forte das cinco Pontas

Forte das Cinco Pontas  - Forte de São Tiago das Cinco Pontas

O Forte das Cinco Pontas (Vijfhoek) Foi construído em 1830 pelos holandeses, por ordem de Frederik Hendrink, Principipe de Orange, Capitão General  e Almirante. General de cinco ds sete Provincias unidas dos Paises Baixos. sua construção foi providenciada para garantir o suprimento d'agua das cacimbas de Ámbrosio Machado, no extremo sul da ilha de Antônio Vaz, único lugar onde jhavia água potável no Recife , e também para impedir que barcos inimigos penetrassem pelas áreas baixas do rio Capibaribe, em direção ao aul do Recife, e que o açucar fosse desviado através de uma passagem nos arrecifes "Barreta dos Afogados".
Essa Fortaleza teve , inicialmente, o nome de frederik hendrik, em homenagem ao Principe de Orange . O apelido  "Cinco Pontas" devido à sua forma original, pentagonal, em forma de estrela, continuou  mesmo após a reforma feita pelos portugueses, quando se transformou numa estrutura de apenas quatro pontas.
O projeto de construção do forte de acordo com o melhor estilo de edificação holandesa do século XVII, é atribuído ao engenheiro holandes tobias  Commersteijn, e a direção das obras, a peter Van Buerer, Em sua primeira feição, suas mulharas eram feitas de terra e não utrapassavam 12 pés de altura.
Em 1654, as forças brasileiras e portuguesas, comandadas por André Vidal de Negreiros e pelo General Francisco Barreto de menezes, finalmente derrotaram os holandeses e ocuparam o forte das Cinco Pontas , tendo a rendição ocorrido na Campina do Taborda, porta sul da cidade , nas suas imediações do forte.
Em 1677 , após a rendição dos holandeses , o forte foi reconstruido em pedra e cal com apenas quatro baluartes. Seu nome foi mudado para forte de São tiago , mais o povo ., fiel a sua origem o chamou de São Tiago das cinco Pontas.
Com a expansão da cidade , o forte perdeu seu sentido de defesa e ganhou novos usos,. No s~´eculo VVIII , funcionou como prisão e, mais tarde como quartel militar, Em 1938, foi tomabado como patrimõnio nacional e, em 1980, foi restaurado e passou a sediar o Museu da Cidade Do Recife .

terça-feira, 12 de abril de 2011

sábado, 9 de abril de 2011

Cultura tradicional e moderna se fundem no Pátio de São Pedro

O Pátio de São Pedro surgiu da construção da imponente catedral de São Pedro dos Clérigos e data do século 18. Localizado no universo caótico do "centrão", no bairro de São José, se constitui em um espaço onde cultura tradicional e moderna se fundem, além de manifestações religiosas. Ateliês, bares e restaurantes ocupam os sobrados coloridos originários do período colonial, que parecem se fechar em torno da igreja e se abrir para a manifestações diversas que recebe.

quinta-feira, 7 de abril de 2011

Livreto-postal do Lambe-Lambe será lançado nesta quinta

O lançamento de livreto-postal da mostra "Vem Ver o Lambe-Lambe - 15 anos" acontece nesta quinta-feira (7), às 19h, no Centro Cultural Correios, no Bairro do Recife. A publicação reúne vinte mil fotografias de foliões, entre eles, artistas, políticos, personalidades e anônimos, clicados nos últimos quinze carnavais do Recife e de Olinda, incluindo o período de Momo deste ano. Além do lançamento do livreto-postal, o público poderá conferir um vídeo sobre o projeto.




A exposição segue até o dia 24 e já comemora sucesso de público, que desde a sua inauguração, em 18 de fevereiro, já foi visitada por mais de 5 mil pessoas.



Quem for prestigiar o evento, irá encontrar um livreto, com textos da jornalista Danielle Romani e fotografias em formato de cartão-postal, além de um livro de dedo, cujas páginas, ao serem movidas rapidamente, formam uma espécie de animação. A estrutura da exposição conta com grandes painéis fotográficos em diversos tamanhos, cheios de imagens, textos e fragmentos.



Já a projeção audiovisual da mostra Lambe-Lambe, além de ser um registro sobre o Carnaval deste ano, também irá apresentar ao público imagens feitas por fotógrafos pernambucanos, que desde de 1995, leva às ruas de Olinda e do Bairro do Recife o projeto.



Serviço

Lançamento da segunda fase do Projeto Vem Ver o Lambe-Lambe

Centro Cultural dos Correios (Av. Marquês de Olinda 262 - Bairro do Recife)

Fone: 81-3224 5739 / 3424 1935 / 3224 5739

Visitação: De terça a sexta, das 9h às 18h; sábado e domingo, das 12h às 18h

Período da exposição: Até 24 de abril

e-mail:centroculturalcorreiosrecife@correios.com.br

terça-feira, 5 de abril de 2011

Boa notícia.Obras do shopping RioMar em ritmo acelerado

As obras do RioMar, que se iniciaram no dia 2 de setembro de 2010, chegam a março de 2011 com 94% do estaqueamento pronto, que, em linha, somam 100 Km de extensão.Cerca de 22,70 % da estrutura foi executada e os trabalhos de fechamento da fachada da obra já foram iniciados.

Hoje, cerca de 60 mil metros quadrados de lojas já foram locadas.



Atualmente, 820 pessoas de diversas formações profissionais trabalham em 2 turnos, sendo 53% delas da comunidade.



Contam com assistência necessária e fazem em média 1.300 refeições diárias.



São ofertados a todos os trabalhadores cursos com certificação do Senai, para que os mesmos sejam aproveitados na obra. Existe ainda programas de elevação de escolaridade e de requalificação para os que desejam mudar de função.



Inauguração no segundo semestre de 2012

“O compromisso do Grupo JCPM é inaugurar o RioMar Shopping em outubro/novembro de 2012” diz o seu presidente João Carlos Paes Mendonça. Para isso, o cronograma das obras está sendo rigorosamente cumprido.

Queiroz Galvão apresenta menor preço para obras da Via Mangue: R$ 319 milhões

A Empresa de Urbanização do Recife (URB) realizou, na manhã desta quarta-feira (23), a abertura dos envelopes com as propostas de preços das empresas habilitadas no processo licitatório para a construção da Via Mangue. Entre as empresas habilitadas, a que apresentou o menor preço foi a Queiroz Galvão. A construtora pede R$ 319.842.589,38 para executar a obra do sistema viário. video

As propostas apresentadas passarão pela análise da URB, que após a verificação, publicará oficialmente o resultado da licitação, com o nome da empresa vencedora, no Diário Oficial.

Participaram também as construtoras Mendes Júnior (R$ 325.516.664,44), Camargo Correa (R$ 361.335.475,65) e Odebrecht (R$ 388.487.870,04).

Os envelopes deveriam ter sido abertos na última sexta-feira (18), por orientação do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE). A obra estava estimada pela URB em R$ 418.240.635,66. O TCE emitiu medida cautelar determinando a redução dos preços. O parecer da conselheira Teresa Duere foi referendado pelo Pleno do Tribunal
De acordo com a presidente da URB, Débora Mendes, a Prefeitura do Recife obteve êxito nos recursos interpostos contra as decisões liminares apresentada no último dia 18, as quais determinavam a inclusão e exclusão de participantes do certame, e as mesmas foram cassadas. “É importante ressaltar que o entendimento jurídico que prevaleceu foi o adotado pela URB, quando do julgamento da fase de habilitação, demonstrando que a empresa sempre esteve pautada pelo mais estrito zelo com o recurso público e vinculada à legalidade”, afirmou Débora.




A OBRA – Com 4,75 km de extensão, o viário da Via Mangue será composto por faixas de rolamento para veículos, calçadas para pedestres e ciclovia. No sentido Centro / Boa Viagem, a via terá 4,75km. Já no sentido Boa Viagem/Centro, a extensão é de 4,37km. Esta obra engloba ainda a construção de dois elevados por sobre a Rua Antônio Falcão, em Boa Viagem; de oito pontes (sendo cinco para manutenção do mangue); duas alças de ligação, alargamento da Ponte Paulo Guerra e do Viaduto Capitão Temudo, além de uma passagem semi enterrada.



Esta será a primeira via expressa do Recife, com velocidade média de 60km/h. Ela não possuirá semáforos ou cruzamentos de tráfego e contemplará ainda a acessibilidade para deficientes e idosos. Com sua implantação, cria-se um cinturão de proteção do manguezal do Rio Pina, melhora-se o tráfego nos bairros de Boa Viagem e do Pina, e abre-se a possibilidade de implantação de um corredor exclusivo de ônibus na Avenida Domingos Ferreira, viabilizando o Corredor Norte-Sul.



Depois de concluída a licitação, o plano de trabalho será definido entre os técnicos da URB e da empresa vencedora do certame. Segundo Débora, a intervenção pode acontecer simultaneamente em vários locais, entre eles, a área da Rua Antônio Falcão até a entrada do Parque dos Manguezais, local de retiradas de palafitas.



A Via Mangue é um projeto desenvolvido pela Prefeitura do Recife em parceria com o Governo Federal, que conta com recursos do Orçamento Geral da União – OGU, através do Programa de Aceleração do Crescimento – PAC. Ela contempla ações de saneamento, habitação, urbanização e trará para a Zona Sul da cidade uma nova alternativa de tráfego com a implantação de uma via que irá do Pina (Ponte Paulo Guerra) até Boa Viagem (altura da Rua Antônio Falcão), margeando o manguezal com 4.750m de extensão.



Uma área de 221 hectares receberá ações de saneamento integrado com a implantação de rede de saneamento, estações elevatórias e emissários de esgoto. Três habitacionais abrigarão 992 famílias que moram em palafitas e locais próximos ao trajeto da via. O primeiro dele, o Habitacional 3 (construído na Imbiribeira), já foi entregue e recebeu 352 famílias oriundas das comunidades de Xuxa e parte de Deus Nos Acuda. Os Habitacionais 1 e 2 já tiveram suas obras iniciadas no bairro do Pina. Para estes serão transferidas 640 famílias das localidades Deus nos Acuda, Jardim Beira Rio e Beira Rio.

domingo, 27 de março de 2011

Vídeo aborda expulsão dos pescadores de Tatuoca, em Suape, pelo governo do Estado

A expulsão de moradores tradicionais da Ilha de Tatuoca, em Suape, para ampliação do complexo industrial e portuário pernambucano é o tema do vídeo acima, dos jornalistas Adriana Barros, Madson Ferreira e Maiara Andrade. O documentário foi apresentado como trabalho de conclusão do curso de jornalismo na Unicap. A equipe tirou nota máxima, ou seja, 10.


Tatuoca abrigará o estaleiro Promar, que ocupará 80 dos 508 hectares de mangue que serão aterrados em Suape, conforme Lei Estadual aprovada pela Assembleia Legislativa em abril de 2010. Ao todo, a lei, proposta pelo governador do Estado, Eduardo Campos, prevê o desmatamento de 691 hectares de vegetação nativa (508 hectares de mangue, 17 de mata atlântica e 166 de restinga).

terça-feira, 22 de março de 2011

Inauguração do Parque Dona Lindu vai ter show de Lenine e Orquestra Sinfônica

A inauguração do Parque Dona Lindu, no próximo sábado (26), vai começar às 19h, com a abertura da exposição de Abelardo da Hora. A grande atração musical da noite vai ser Lenine, que canta junto à Orquestra Sinfônica do Recife, às 21h, apenas para convidados. No domingo (27), o mesmo concerto vai ser exibido para o grande público, a partir das 18h. Os ingressos as atrações culturais serão distribuídos duas horas antes de cada apresentação, na bilheteria do local. "Lenine é a estrela da inauguração", diz João da Costa. O Teatro Luiz Mendonça tem capacidade para 587 pessoas.




O prefeito do Recife voltou a criticar, durante entrevista coletiva no Teatro de Santa Isabel, aqueles que duvidaram do cumprimento do prazo de entrega. "Muita gente achava que esse parque nem ia sair. Nós vamos entregar um excelente equipamento cultural para a cidade". João da Costa garante que a estrutura do local está pronta para a inauguração. "Os únicos reparos que ainda estão sendo feitos são na área do estacionamento". "A área de lazer já é amplamente aproveitada pela população do Recife", diz.


João da Costa fez mistério sobre o nome do novo diretor do Teatro de Santa Isabel. Simone Figueirêdo, atual diretora, deve assumir a o Parque Dona Lindu. O próximo diretor já está escolhido, mas o prefeito não quis revelar. "Falarei após a saída de Simone

O cantor Lenine, que vive há quase 30 anos no Rio de Janeiro, fez questão de elogiar o Dona Lindu. "Pernambuco é, sem dúvidas, o maior caldeirão cultural do Brasil. É muito importante ter um novo polo de cultura no Recife".

O espetáculo de inauguração de Lenine foi apresentado pela primeira vez na França. "É uma excelente oportunidade de mostrar o show na minha cidade, na minha casa", declarou.




A programação da Galeria Janete Costa, que abriga a exposição de Abelardo, vai ser gratuita até o dia 3 de abril. Depois disso, serão cobrados R$ 4,00 (inteira) e R$ 2,00 (meia). Segundo o prefeito, a arrecadação vai ser revertida para a manutenção do novo parque.

No dia 2 de abril, o Teatro Luiz Mendonça vai receber o cantor Silvério Pessoa, com o lançamento do CD "No Grau".

domingo, 20 de março de 2011

Obras raras e cultura pernambucana ganham destaque

Na seção de obras raras e iconografias, há um verdadeiro resgate da história colonial brasileira. Manuscritos de cartas e ordens régias, sesmarias, ofícios do Governo, patentes e atos de Câmaras Municipais desde o século 17. É neste setor que fica cuidadosamente guardado o Manual de Confessores e Penintentes, uma obra religiosa portuguesa, datada de 1560. No total, são 16 mil títulos.

Dentre as raridades, uma edição de Os Lusíadas, do escritor português Luís Vaz de Camões, do século 17, e alguns dos primeiros exemplares de livros de Monteiro Lobato, como Emilia no País da Gramática e Ideias de Jeca Tatu. A este acervo, porém, o acesso é restrito, sendo mediado por profissionais da biblioteca.
Para pesquisa rápida, os usuários têm à disposição dicionários de oito línguas diferentes e enciclopédias antigas e atualizadas. "Nós temos um dicionário Hebreu-Francês, por exemplo, que só possui um exemplar e é consultado pela mesma pessoa, pelo menos uma vez por mês", conta o bibliotecário do setor de referência, Wagner Carvalho.



ESTADO - A história de Pernambuco é contada nas prateleiras, fragmentadas em exemplares de autoria de escritores pernambucanos ou que tratam do Estado. Relatórios oficiais de órgãos públicos, história da cultura e da imprensa. Um rico acervo que guarda a memória da comunidade e o modo de construir o seu futuro.



São cerca de 25 mil volumes, compostos por livros, almanaques, leis e outros escritos. Tudo disponível para pesquisa. As temáticas mais procuradas são o período de colonização holandesa e o processo de urbanização do Recife no século 19.

super lua

sábado, 19 de março de 2011

Pontes

Ponte Maurício de Nassau

É a ponte mais antiga da América Latina, datada de 1643. Liga o bairro do Recife ao bairro de Santo Antônio. Foi a primeira ponte construída sobre o rio Capibaribe, ainda quando o conde holandês Maurício de Nassau habitava nossa terras. Inaugurada em 1644, a ponte inicial era de madeira. Sofreu reformas em 1683 e 1742 e mudou de nome duas vezes. Em 1917 voltou a se chamar Maurício de Nassau e foi reinaugurada em concreto armado. Hoje, é uma beleza que faz parte do dia-a-dia de milhares de pessoas que trabalham no Centro do Recife e a utilizam para locomoção
 



Ponte Buarque de Macedo
Ganhou esse nome em homenagem a Buarque de Macedo, ministro pernambucano que ordenou sua construção no ano de 1880. A obra levou uma década para ser concluída e inaugurada. É considerada a ponte mais extensa do Recife Antigo.

Bairro do Recife deve ganhar agenda de eventos diários para atrair visitantes

Há pouco menos de um mês na Secretaria de Turismo do Recife, o deputado estadual licenciado André Campos planeja fazer uma gestão voltada para a melhoria da cidade para os turistas e os moradores. A começar pelo Bairro do Recife, que deve ser a ´menina dos olhos` da Setur. O secretário quer implantar uma agenda de eventos diários para o Recife Antigo, com programação permanente de acordo com o dia da semana.

´Pensamos num calendário cultural que faça o Recife Antigo voltar a ser uma referência para quem visita a cidade. Algo que se incorpore à programação e faça o bairro voltar a ter a movimentação na rua`, explicou Campos, em entrevista coletiva.
O secretário ressaltou a expectativa de que o projeto de requalificação do Porto do Recife some-se às iniciativas da prefeitura para atrair as pessoas de volta ao Recife Antigo. O primeiro evento apoiado pela secretaria neste sentido será o Roda de Samba, da produtora 2JP, que acontecerá na Praça do Arsenal amanhã.
Outro projeto pensado pelo novo secretário é o quechamou de ´Luzes da Cidade`, para iluminar adequadamente os principais monumentos históricos, arquitetônicos e turísticos (incluindo as praças e pontes). Campos ressaltou que a preocupação em melhorar a infraestrutura turística da cidade fará o município redimensionar a participação em feiras de turismo e com divulgação.
´Claro que vamos participar, priorizando os destinos realmente importantes. Um lugar onde precisamos aumentar a divulgação é o estado de Minas Gerais. Não vem mais visitantes de lá porque ainda não temos nenhum voo direto para Belo Horizonte`, considerou, lembrando que há empresas interessadas em operar a rota.
Além da programação cultural permanente, o secretário não descarta o apoio a um evento de rua, no mês de setembro, para marcar a abertura do verão na capital pernambucana. O projeto em estudo seria bancado pela iniciativa privada, com o apoio da prefeitura, e deve ocorrer na Avenida Dantas Barreto, com apresentações de trios elétricos e estrutura de camarotes, mas sem o esquema de cordão de isolamento do antigo Recifolia.
O secretário de Turismo André Campos adiantou que em até três meses estará em operação um canal de TV interno em 60 hotéis do Recife, com uma programação focada nas opções de turismo do Recife. A iniciativa é uma parceria da Setur com a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH) e do Recife Convention & Visitors Bureau (RCVB).

Circuito das Igrejas reestreia no Seminário de Olinda

A partir do próximo domingo (20) a programação musical do projeto Circuito das Igrejas estará de volta. A partir das 17h, a Igreja Nossa Senhora da Graça - Seminário de Olinda vai receber a Orquestra Retratos do Nordeste.

A programação é gratuita e além de apreciar boa música, o público pode ainda conhecer um pouco mais da história de monumentos históricos. Em cada igreja que fará parte do circuito haverá monitores e material promocional. O Circuito será realizado nas principais construções religiosas de Recife, Olinda, Igarassu e Jaboatão.
O projeto é promovido pela Secretaria de Turismo de Pernambuco (Setur-PE), em parceria com as prefeituras de Olinda, Recife e Jaboatão, Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e Fundação Gilberto Freyre.

diversão em Recife

http://www.pernambuco.com/diversao/shows.asp

quinta-feira, 17 de março de 2011

Conheça o Circuito da Poesia do Recife

Poeta Ascenso Ferreira no Cais da Alfândega Bairro do Recife


Poeta Antônio Maria na rua do Bom Jesus - Bairro do Recife
Poeta Manuel Bandeira no Cais da Aurora


Poeta Carlos Pena Filho na Praça da Independência



Cantor e compositor Chico Science na Rua da Moeda Bairro do Recife




Cantor e compositor Luiz Gonzaga na Estação Central do Metrô


Poetisa Clarice Lispector - Praça Maciel Pinheiro na Boa Vista





Cantor e compositor Capiba na Rua do Sol

Poeta Joaquim Cardozo na ponte Maurício de Nassau



Poeta Mauro Mota na Praça do Sebo bairro de Santo Antônio














quarta-feira, 16 de março de 2011

Samba de Maria Rita no Recife

Já tem data marcada para o show da cantora Maria Rita no Recife: 16 de abril. Será no Teatro Guararapes e os ingressos (R$ 100 e R$50) estarão à venda na Saraiva Megastore e na bilheteria do teatro. A cantora faria um show na cidade antes do Carnaval, ao lado de Alcione, que foi cancelado por quebra contratual da Marrom.

Zélia Duncan aporta em Caruaru durante Semana Santa. Confira a programação

A Fundação de Cultura e Turismo de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, divulgou na tarde desta quarta-feira (16), a programação oficial da Semana Santa na cidade, que espera receber mais de 500 mil visitante.

Realizado pelo segundo ano consecultivo, o município aproveita o fluxo de turistas que visitam Nova Jerusalém, em Brejo da Madre de Deus, para ofecer um mix de alternativas com shows, apresentações culturais, e três polos de animações: Alto do Moura, Estação Ferroviária e Feira de Caruaru.

» Confira a programação de shows na cidade, a partir das 21h:



Quarta-feira, 20

Iram Palmeira

Brasas do Forró



Quinta-feira, 21

The Blues

Gabriela Ariadne

Luiz e Davi



Sexta-feira, 22

Forró dos Firmas

Banda SóxoteA

Banda Cavaleiros do Forró



Sábado, 23

Erisson Porto

Ortinho

Zélia Duncan

terça-feira, 15 de março de 2011

Ipojuca instala câmeras de segurança em praias de turismo, na sede e nos distritos

A prefeitura de Ipojuca já está operando um sistema de videomonitoramento na vila de Turismo de Porto de Galinhas, nas praias de Serrambi e Maracaipe, em Ipojuca sede e nos distritos de Camela e de Nossa Senhora do Ó.

De acordo com o município, as imagens irão reforçar a estratégia de segurança integrada ao sistema da Secretaria de Defesa Social do estado.
As câmeras, de avançada tecnologia, estão gerando imagens em mais de 40 pontos e alem da segurança vão permitir também que a prefeitura ipojucana passe a acompanhar outros itens que dizem respeito à eficiência dos serviços prestados à comunidade.

O prefeito Pedro Serafim explicou que com o novo sistema de videomonitoramento será possível aperfeiçoar a limpeza pública, o controle do transito, iluminação de ruas, a presença indevida de vendedores ambulantes, a proteção a menores em situações aparentes de risco, entre outras.

“As ruas de Porto de Galinhas são varridas pelo menos quatro vezes por dia e os caminhões coletores de lixo passam três vezes por dia em horários pré-estabelecidos e do conhecimento de todos através da distribuição de um boletim informativo”, diz o prefeito. “Mesmo assim há quem coloque lixo nas ruas antes do horário estabelecido (meia hora antes de cada passagem dos caminhões). Casos como esse vão ser visualizados pelas câmeras para que a fiscalização tome rápida providencias”.

O secretário de Segurança Cidadã de Ipojuca, coronel Alexandre Carvalho, disse que o novo sistema servirá de apoio à SDS cuja unidade a ser inaugurada na próxima semana, integrando várias delegacias especializadas, receberá imagens 24 horas por dia.

Ele disse também que as imagens hora-a-hora serão arquivadas por 30 dias, e ficarão à disposição das autoridades para casos de esclarecimentos de ocorrências.

O combate ao tráfico de drogas é um dos focos a ser priorizado pelo novo sistema de segurança através de câmeras de boa precisão.

Segundo o prefeito, o novo serviço foi testado com êxito durante o carnaval nas praias de turismo de Ipojuca e todas as câmeras, num total de 42, estarão operando até o próximo dia 20.

segunda-feira, 14 de março de 2011

Os curtas selecionados do Cine-PE

Foi divulgada nesta segunda (14) a lista de curtas (digitais e 35mm) selecionados para a mostra competitiva do Cine-PE 2011 que acontece de 30 de abril a 6 de maio no Teatro Guararapes. São esses os 30 que passaram no peneirão dos 447 inscritos:




1. Curtas-Metragens no formato digital



- A Casa da Vó Neyde (SP). Direção: Caio Cavechini, 20’

- As Aventuras de Paulo Bruscky (PE). Direção: Gabriel Mascaro,19’

- Céu, Inferno e Outras Partes do Corpo (RS). Direção: Rodrigo John, 07’

- Flash (SP). Direção: Alison Zago, 17’

- Muita Calma Nessa Hora (RS). Direção: Frederico Ruas, 8’

- O Rei e Eu (PR). Direção: Diego Lopes e Cláudio Bitencourt, 22’

- O Som do Tempo (CE). Direção: Petrus Cariry, 10’

- Ovos de Dinossauro na Sala de Estar (PR). Direção: Rafael Urban, 12’

- Peixe Pequeno (PE). Direção: Vicent Carelli e Altair Paixão, 03’

- Tempo de Criança (RJ). Direção: Wagner Novais, 12’

- Traz Outro Amigo Também (RS). Direção: Frederico Cabral, 14’

- Vou Estraçaiá (PE). Direção: Tiago Leitão, 20’



2. Curtas-Metragens no formato 35 mm



- A Casa das Horas (CE). Direção: Heraldo Cavalcanti, 19’

- ACERCADACANA (PE). Direção: Felipe Peres, 20’

- Braxília (DF). Direção: Danielle Proença, 17’

- Cachoeira (AM). Direção: Sérgio Andrade, 14’

- Café Aurora (PE). Direção: Pablo Polo, 19’

- Calma Monga, Calma (PE). Direção: Petrônio Lorena, 19’

- Carreto (BA). Direção: Cláudio Marques e Marília Hughs, 12’

- Estação (SP). Direção: Márcia Faria, 15’

- Fábula das Três Avós (SP). Direção: Daniel Turini, 17’

- Falta de Ar (DF). Direção: Ércio Monerat, 20’

- Haruo Ohara (PR). Direção: Rodrigo Grota, 16’

- Janela Molhada (PE). Direção: Marcos Enrique Lopes, 20’

- Matinta (PA). Direção: Fernando Segtowick, 20’

- Mens Sana In Corpore Sano (PE). Direção: Juliano Dornelles, 20’

- Náufragos (SP). Direção: Gabriel de Almeida e Matheus Rocha, 15’

- O Céu no Andra de Baixo (MG). Direção: Leonardo Cata Preta, 15’

- O Contador de Filmes (PB). Direção: Elinaldo Rodrigues, 15’

- Tempestade (SP). Direção: César Cabral, 10’

Camburão da Alegria encerra programação carnavalesca no Recife

Foi o 19º desfile do bloco que reúne policiais em Pernambuco

Muito calor e alegria neste domingo (13) atraíram muitos foliões à Boa Viagem, Zona Sul do Recife, para o 19º desfile do bloco Camburão da Alegria. A concentração começou às 10h na avenida Boa Viagem, na frente do edifício Castelinho, e os trios começaram a sair aproximadamente às 12h. Apesar da previsão de arrastar trezentas mil pessoas para a beira-mar, o espaço para brincar é grande. Muitos policiais estão distribuídos em postos ao longo da rua.

À frente do bloco, vai o estardarte e dois bonecos gigantes com o símbolo da Polícia Militar de Pernambuco (PM-PE) nos braços. O primeiro trio elétrico foi puxado pelo Palhaço Chocolate, sendo seguido por um trenzinho cheio de foliões mirins. Outras atrações são a Orquestra de Frevo da Banda da PMPE, Almir Rouche, Tá de Boa, Trio do Brega e o Trio Los Cubanos.

A maioria do público estava vestido com roupas comuns de verão; porém, entre os fantasiados, muitos homens vestidos de mulheres e também de monstros. Um Freddy Mercury Prateado frevava e provocava banhistas e passistas. Nem por isso a festa foi menor: enquanto observavam os primeiros trios passarem, muitos casais e grupos de amigos dançavam na orla, como se não quisessem aceitar que o Carnaval já terminou.


Jucélio Machado, soldado da PM, frequenta o bloco há três anos com a esposa Rosana e os amigos Everaldo e Iudênia. Para Jucélio, o melhor do Camburão é "a harmonia, a paz, não tem confusão", comemora ele. Guimarães Neto, cabo da PM, estava com o amigo Mário Guimarães e acompanha o Camburão desde o primeiro desfile, em 1992. "A gente brinca à vontade, tudo na paz, pode trazer a família e aproveitar", contou Neto.




TRÂNSITO - Desde as 7h, está interditado o trecho da avenida Boa Viagem entre a Pracinha de Boa Viagem e o 2º Jardim. A previsão é que às 18h a avenida seja liberada. A ciclovia da beira-mar também está intransitável. Na Domingos Ferreira, Conselheiro Aguiar e Navegantes, no entanto, o fluxo está normal

domingo, 13 de março de 2011

Aniversário do Recife

Depois do corte do tradicional bolo de aniversário ocorrido neste sábado (12), no bairro da Várzea, os recifenses festejam os 474 anos da cidade com música neste domingo.


O palco será o Marco Zero. Os artistas, a Orquestra Sinfônica do Recife, que, em vez de ter como regente Osman Gioia, terá o maestro Duda no comando da batuta.
Homenageado do Carnaval do Recife deste ano, Duda vai reger os 80 músicos do conjunto que tocará repertório do próprio maestro, a partir das 18h.
O aniversário de 474 anos do Recife, celebrado neste sábado (12), na Várzea, Zona Oeste da cidade, recebeu um tom político levando em conta as eleições municipais que acontecem no próximo ano. Além de discursos com críticas à oposição, a cerimônia, iniciada com mais de uma hora de atraso, teve direito a gritos de guerra e faixas de apoio ao prefeito João da Costa (PT) numa área que a população sequer tinha acesso, próximo ao bolo de aniversário.

A festa estava marcada para começar às 10h, mas o prfeito só apareceu depois das 11h. Logo que chegou, visitou uma exposição com imagens de 15 academias das cidades que serão construídas. A ordem de serviço foi assinada neste sábado. Numa parceria com o Governo do Estado, estão sendo investidos R$ 53 milhões em obras de contenção de morros e de construção das academias. Ao todo serão 20. Só para estas áreas de esporte e lazer o investimento é de R$ 13 milhões.
Em seu discurso, João da Costa fez questão de salientar sua boa relação com todas as esferas de poder. "É com essa união do governo federal, do Governo Estadual e da prefeitura que essas mudanças (na cidade) são feitas. Não vamos nos dividir. É a nossa unidade que nos dá força", afirmou. O prefeito também mandou recados, apesar de não citar os destinatários. "Não tenho medo de cara feia. Não tenho medo de arenga", disparou.
O senador Humberto Costa (PT) acompanhou João da Costa e lembrou sua participação na concepção dessas novas academias. "Foi ainda no período em que eu era secretário das Cidades (do governo Eduardo Campos/PSB) que assinamos convênio para 20 academias das cidades. Hoje a gente vê essas 15 tomarem corpo", afirmou em referência às unidades que, segundo o prefeito, começam a ser construídas imediatamente.
A Humberto coube rebater diretamente na oposição. "Enquanto a oposição tenta simplesmente atrapalhar os nossos passos, a nossa administração, o nosso governo, o governo do PT vai mostrando o seu trabalho. Vai fazendo ouvido de mercador a essas críticas. Enquanto eles reclamam e querem discutir eleição, o nosso mote é o mote do trabalho, de fazer a nossa cidade crescer", disse em discurso.

Um grupo de pessoas vestidas com camisas do Orçamento Participativo (OP) fez homenagens a João da Costa. Gritaram várias vezes "o povo quer, o povo gosta. Nosso prefeito é João da Costa". Um representante do OP do Alto do Mandu Cláudio Ferreira foi chamado para discursar e trouxe, mais uma vez, o tema eleição ao palco. "Vamos mais uma vez eleger João da Costa prefeito da cidade do Recife".

Duas faixas de apoio ao prefeito foram instaladas em frente ao tablado onde estava o bolo. Porém elas estavam em um local reservado a convidados e à imprensa, que a população não tinha acesso.
Agora à tarde o prefeito viaja para o Rio de Janeiro onde, a convite do prefeito Eduardo Paes. De lá, João da Costa segue para São Paulo, onde se submeterá a exames para avaliar sua recuperação após um transplante de rim, no ano passado.

PRIMEIRO PEDAÇO - O primeiro pedaço do bolo foi entregue a uma moradora do bairro. Maria Bernadete Oliveira Lima, 80 anos, sempre acompanha as festas de aniversário da cidade, mas esta foi a primeira vez que ganhou bolo. "É uma emoção muito grande. Gosto de tudo nesta cidade. Adoro o Recife", disse com um pratinho nas mãos.

PROTESTO - Um protesto isolado aconteceu na praça mas não chamou a atenção do prefeito João da Costa e de sua comitiva. O Rei Momo e a Rainha do Carnaval escolhidos à revelia da Prefeitura apareceram na festa deste sábado. "Viemos mais uma vez marcar presença. É uma forma de protesto", disse Everson Melquíades, escolhido Rei numa votação popular feita por pessoas que não aceitaram o fato de o Rei do Carnaval do Recife ter sido um rapaz "sarado".

sábado, 12 de março de 2011

Veja imagens dos estragos causados pelo terremoto e tsunami no Japão

PREFEITURA DO RECIFE. O MELHOR CARNAVAL É A GENTE QUEM FAZ!

Coco vai bem na fita

Camaragibe também é uma terra de coco. Apesar de hoje contar basicamente com apenas um grupo jovem e ativo, o Adiel Luna e Coco Camará, o Ponto de Cultura Tecer vem fazendo há quase dois anos um resgate da antiga tradição da cultura popular na cidade. Uma dessas ações é o documentário Coco Camará e a poesia solta no vento que traz depoimentos de três mestres da velha guarda de Camaragibe: Ruy Pereira, Leôncio Bernardo e Zeca do Pandeiro. Hoje os três protagonistas participam da festa Sambada da Laia, a partir das 20h, na gruta da Vila da Fábrica, no último dia de filmagens do documentário.


A Sambada, que volta depois de uma pausa que começou no fim do ano passado, também vai ser palco do lançamento do primeiro disco de Adiel Luna e Coco Camará, um dos responsáveis pela pesquisa da história do coco em Camaragibe. ´O trabalho que iniciamos no ponto de cultura foi a base para a criação do roteiro`, conta Adiel. A direção do documentário ficou a cargo de Natália Lopes. ´No começo a proposta era fazer um filme investigativo sobre esses mestres. Mas o tempo passou, a ideia amadureceu e fizemos um filme que mostra o encontro de gerações entre antigos e novos mestres`, explica a diretora.

O documentário está sendo filmado com recursos do edital Interações estéticas, da Funarte, e deverá ser finalizado em maio. ´A nossa ideia é que ele seja exibido em Camaragibe e em alguma sala do Recife perto do São João, que é a festa em que o coco fica mais popular`, adianta Natália. O filme traz depoimentos, trechos de shows e conversas entre Adiel e os mestres, além de uma cena filmada na casa de Zé Carrito, que, na década de 1960, sediava as tradicionais festas de coco de Camaragibe.

Além da presença dos três mestres, a sambada de hoje vai contar com a participação de todos os convidados especiais do disco de Adiel Luna e Coco Camará, entre eles, Guitinho Xambá, do Bongar, mestre Galo Preto e a banda Casas Populares. ´A sambada é um momento de integração da cultura popular. Todo mundo dança e canta junto`, convida Adiel. A entrada é gratuita. (Carolina Santos)

Serviço
Sambada da Laia
Onde: Gruta Bar (ao lado da Praça da Gruta e em frente à Praça de Eventos) Vila da Fábrica, Camaragibe.
Quando: Hoje, a partir das 20h
Entrada gratuita
Mais informações: 8553-2565 e 9663-0706

O maior amor do mundo

Recife, Olinda, Recife, Olinda/ Todas duas eu acho uma coisa linda/ Eu gosto de Olinda e adoro o Recife.` Tudo bem que as cidades que aparecem na real letra da composição de Jorge de Altinho são Juazeiro e Petrolina, mas bem que as também coirmãs Recife e Olinda poderiam se encaixar perfeitamente nesse trecho da canção. Amadas por seus filhos, as cidades são idolatradas por sua cultura tão diversificada, suas praias e monumentos centenários. Olinda pelo seu Sítio Histórico e diversidade. A capital pernambucana pelos seus rios e pontes. Paixão tão grande que esconde problemas tão visíveis. Das duas cidades. O orgulho compensa. É simplesmente amor pela terra. Se é amor pernambucano, não tenha dúvida: é o maior amor do mundo. E o Diario foi conferir o que mais orgulhava os moradores.


Ainda sob o calor do carnaval, os recifenses fazem questão de enfatizar que a festa é um dos maiores orgulhos da cidade. Com ou sem problemas, o importante é achar a capital maravilhosa: a mais bela entre todas as mais belas. ´Tenho orgulho da nossa cultura, nossas praias, nosso povo acolhedor. Amo o frevo, o maracatu e o nosso carnaval é o melhor do mundo`, elogiou a carnavalesca Rosemary Balbino, 56 anos, que passeava pela Praça do Arsenal, no Bairro do Recife, na última quinta-feira.

Alguns recifenses, mesmo sendo o Rio Capibaribe bastante poluído pela própria população, preferiram exaltar as artérias de água doce que cortam a Veneza Brasileira. ´Tenho muito orgulho da beleza dos rios. Acho que somos privilegiados em morar aqui e quem não mora, deveria conhecer. Além de tudo, a cidade tem um dos povos mais acolhedores do Brasil`, garantiu o portuário Severino dos Santos, 47.

No Alto da Sé, em Olinda, nasceu e se criou a vendedora Ivonete Maria Brandão, 48 anos. Mãe de oito filhos e avó de seis netos, ela se diz uma apaixonada pela cidade e não se vê morando em outro lugar. ´É uma cidade linda. Não troco o lugar onde eu trabalho por nenhum outro. Só saio daqui morta`, disse. Já a tapioqueira Maria Eliane Rocha, 32 anos, nasceu em Umbuzeiro, na Paraíba. Mora no Sítio Histórico desde criança e não se vê mais longe da terra que a acolheu. ´Sinto amor, paixão por Olinda. É uma cidade aconchegante, com um carnaval lindo. Um banho de mar gostoso e uma vista linda. Quer mais o quê?`, falou orgulhosa da cidade adotada.

quinta-feira, 10 de março de 2011

Desvendando as piscinas no litoral sul de Pernambuco

Elas são formadas por cordões de arrecifes de corais e surgem no vaivém das marés, mais acentuado nas luas cheia e nova. Geralmente com águas mornas, são o paraíso para quem gosta de se banhar cercado de peixinhos coloridos. Desvendamos a rota das piscinas naturais entre Porto de Galinhas, distrito de Ipojuca, no litoral sul de Pernambuco e Maragogi (AL).


Entre uma e outra ponta são 81 quilômetros de puro deleite. Mas desfrutar toda esta beleza pressupõe responsabilidade, tanto das prefeituras locais quanto dos donos de hotéis e restaurantes, e, claro, dos banhistas. Afinal, trata-se de um ecossistema frágil, que se ressente do pisoteamento e do aquecimento global. Depende somente de nós o privilégio de continuar a apreciá-lo.
Banho revigorante

Desfrutar as águas mornas e peixes coloridos das piscinas naturais tem seu preço. É preciso cuidado para não descaracterizar estes espaços, afinal de contas os corais estão por todos os lados, há uma importante biodiversidade local que pode se ressentir do pisoteamento e da presença das pessoas, com seus indefectíveis filtros solares e até bronzeadores que alteram o pH da água. Ciente disso, a Prefeitura de Ipojuca instalou monitores ambientais na entrada das piscinas.

O banhista tem direito de permanecer no máximo 20 minutos no local. Mas, no alto verão, as piscinas naturais de Porto de Galinhas não têm descanso e as jangadas que levam os banhistas até lá fazem mão dupla no lugar. É um entra-e-sai de gente tão grande que fica difícil conseguir um lugarzinho ao sol para observar os peixes. O mais frequente deles é o peixe-palhaço, listrado de amarelo e preto. De tão acostumados que estão com as pessoas, é só fazer movimento com as mãos, como se fosse alimentá-los, que eles se juntam em volta. Engana-se quempensa que alimentar os peixes é proibido. Os jangadeiros vendem ração balanceada - não é à toa que os peixes ficaram viciados. Muitos visitantes preferem chegar às piscinas naturais de jangada (R$ 5/pessoa), o que pode até ser mais seguro por causa da maré que, dependendo do dia, sobe rápido. Mas também dá para chegar até lá caminhando pela água. Nos recifes, chama atenção um desenho em forma de mapa do Brasil.

Depois de interagir com os peixinhos, boa ideia é conhecer as praias em volta. Camboa está mais próxima ao Porto de Suape. Muro Alto, onde se instalaram os resorts, é caracterizada por um enorme arrecife e ganhou este nome por causa de sua formação rochosa. Cupe, com seu pontal, tem fileiras de coqueiros e, junto com Merepe, é bastante procurada por quem gosta de esportes radicais. Seguem Maracaípe, Pontal do Maracaípe, Enseadinha, Serrambi, Toquinho, Guadalupe, de onde se pode ir à Ilha de Santo Aleixo. Andando um pouco mais, já no município de Tamandaré, chega-se à Praia de Carneiros, um capricho danatureza, com belíssimas piscinas naturais e um clima bem menos ´crowd` do que Porto de Galinhas.

No reino do Hippocampus
Antes, entretanto, voltemos à Maracaípe e seu pontal. O local é point para surfistas. O encontro com o Rio Formoso e a presença de mangues ensejam vários passeios interessantes. Num deles, você pega uma jangada para ver o cavalo-marinho, já uma atração do lugar (R$ 10/pessoa). Entre as várias espécies, apenas o Hippocampus reidi foi encontrado na região.A atividade já foi meio aleatória, mas depois que entrou em cena o Projeto Hypocampus (www.projetohippocampus.org) eles aprenderam que todo cuidado é pouco com o cavalo-marinho.

No vaivém das marés

Muito menos movimentada do que Porto de Galinhas, Carneiros, pertencente ao município de Tamandaré, é um pedacinho do paraíso, com cinco quilômetros de coqueiros e uma paredão de recifes. Por causa da maré, que quando baixa forma as piscinas naturais, o cenário muda radicalmente da manhã para a tarde. Você pode chegar até lá de catamarã, saindo da Praia de Guadalupe, num dos passeios que são vendidos em Porto de Galinhas. Também pode chegar de carro.

Ao chegar à praia, renda-se ou não ao monopólio de seis bares/restaurantes, que cobram R$ 50 de consumação por pessoa. São eles Bora Bora, Beijupirá, Pescador, Ariquindá, Jobá e Prainha. O único problema nesta praia é que quem gosta de sossego absoluto pode não gostar das levas de turistas que descem dos catamarãs e se fixam nos bares, o que incomoda mais em alta temporada. O melhor talvez seja se hospedar no local, para curti-lo fora destes períodos de maior movimento. Há várias pousadas charmosas e a pouquíssimos metros da praia e também possibilidade de alugar casas. É uma delícia passar horas lagarteando nas piscinas naturais e, quando a maré sobe, caminhar pela praia até a igrejinha local. Se não quiser andar, tem um passeio de charrete até lá.
Pintada de verde e branco e rodeada de coqueiros que a protegem contra a força da maré alta, a Igreja de São Benedito foi construída em 1910. Podem-se agendar passeios no local que levam para um banho de argila mineral ou para conhecer detalhes históricos, como a batalha entre holandeses e pernambucanos, que ficou conhecida como a Batalha do Reduto. Entre as atrações, estão ainda o manguezal preservado do Rio Formoso, a Ilha do Coqueiro Solitário e o encontro dos rios Formoso, Ariquindá e das Garças.

Muito menos movimentada do que Porto de Galinhas, Carneiros, pertencente ao município de Tamandaré, é um pedacinho do paraíso, com cinco quilômetros de coqueiros e uma paredão de recifes. Por causa da maré, que quando baixa forma as piscinas naturais, o cenário muda radicalmente da manhã para a tarde. Você pode chegar até lá de catamarã, saindo da Praia de Guadalupe, num dos passeios que são vendidos em Porto de Galinhas. Também pode chegar de carro.




Ao chegar à praia, renda-se ou não ao monopólio de seis bares/restaurantes, que cobram R$ 50 de consumação por pessoa. São eles Bora Bora, Beijupirá, Pescador, Ariquindá, Jobá e Prainha. O único problema nesta praia é que quem gosta de sossego absoluto pode não gostar das levas de turistas que descem dos catamarãs e se fixam nos bares, o que incomoda mais em alta temporada. O melhor talvez seja se hospedar no local, para curti-lo fora destes períodos de maior movimento. Há várias pousadas charmosas e a pouquíssimos metros da praia e também possibilidade de alugar casas. É uma delícia passar horas lagarteando nas piscinas naturais e, quando a maré sobe, caminhar pela praia até a igrejinha local. Se não quiser andar, tem um passeio de charrete até lá.



Pintada de verde e branco e rodeada de coqueiros que a protegem contra a força da maré alta, a Igreja de São Benedito foi construída em 1910. Podem-se agendar passeios no local que levam para um banho de argila mineral ou para conhecer detalhes históricos, como a batalha entre holandeses e pernambucanos, que ficou conhecida como a Batalha do Reduto. Entre as atrações, estão ainda o manguezal preservado do Rio Formoso, a Ilha do Coqueiro Solitário e o encontro dos rios Formoso, Ariquindá e das Garças.







0 comentário(s)
Comente essa notícia
Leia os comentários Voltar



Edição do dia

Anteriores

• Ir para o índice geral

• Ir para o índice do caderno

Desvendando as piscinas







Vida marinha interativa



Carnaval // No sossego dos resorts

Concerto, Carnaval e bolo para celebrar os aniversários do Recife e Olinda

O Carnaval mal anunciou seu fim e Recife e Olinda, grandes palcos da folia pernambucana, reabrem as portas para outra festa. Neste sábado (12), é dia de comemorar os aniversários das cidades-irmãs. A programação inclui desfile de agremiações e o tradicional corte do bolo. Confira abaixo o que Recife e Olinda programaram para o dia em que apagam mais uma velinha.

RECIFE - A capital pernambucana celebrará em dois dias seu aniversário. Os festejos começam no sábado, com o corte do bolo de 474 quilos, número de anos que a cidade comemora. Pela primeira vez, a cerimônia sai do Centro do Recife e vai para a Praça da Várzea, Zona Oeste, às 10h, em manhã animada por apresentação de grupos culturais.
No domingo, no Marco Zero, o regente Osman Gioia passa a batuta da Orquestra Sinfônica do Recife para o maestro Duda, homenageado do Carnaval deste ano. Ele vai reger os 80 músicos do conjunto que tocará repertório do próprio Duda, a partir das 18h.
OLINDA - A largada para os festejos pelos 476 anos da Marim dos Caetés será dada às 19h do sábado, quando o Maestro Spock comandará apresentação de 120 crianças do Coral Encanto de Olinda. Na sequência, haverá o tradicional corte do bolo na frente da prefeitura, na Rua 15 de Novembro.
Na sequência, está programado o Encontro dos Blocos Líricos. Serão 32 grupos de todo o Estado, entre eles Amante das Flores (Camaragibe), Flor da Lira (Olinda), Flores (Recife), Seresteiros (Paudalho) e Flor do Eucalipto (Moreno). Os desfiles, que remetem à folia carnavalesca que acaba de findar em Olinda, vão até as 23h.

quarta-feira, 9 de março de 2011

Workshop com CLICIO BARROSO e CAIO OLIVEIRA

PAPÉIS FINE ART E FLUXO DE PRÉ-IMPRESSÃO PARA FOTÓGRAFOS

Impressão de fotos dos participantes em papéis fine art Canson





Dias 2 e 3/abril, das 9:00h as 12:30h e das 14:00h as 18:00h

Local: Rua da Moeda 140, Bairro do Recife ( Arte Plural Galeria / Atelier de Impressão )



Inscrições: Tereza ou Eline - 81 3424.1310 / 8802.0668 / 8814.4375 – atelierdeimpressao.com.br



Vagas: 25 vagas

Nível do participante: intermediário / avançado

Valor: R$450,00 – 10% de desconto para associados Fototech





Apresentação



A fotografia contemporânea exige como pré-requisito o conhecimento técnico de procedimentos digitais, e saber transferir a imagem para o papel com fidelidade de cores e resultados de qualidade é hoje fundamental.

Clicio Barroso e Caio Oliveira mostram de forma simples e lógica como são fabricados e utilizados os substratos (papéis), o que é conservação museológica e longevidade, os caminhos da imagem por todos os dispositivos, suas limitações, com uma demonstração prática de que a cor pode sim se manter visualmente inalterada desde a captura até a impressão.

Desmistificando o gerenciamento de cores e a conversão de cor para P&B, e preparando fotografias para impressão fineart em papéis de algodão Canson, o processo se beneficia dos perfis ICC e das suas interações para extrair o que há de mais profundamente rico nas altas e baixas luzes das imagens digitais.





Objetivos



Pensar e preparar a fotografia desde a sua captura, para que o produto final do fotógrafo, que é o impresso, tenha toda a qualidade possível.





Conteúdo Programático



Curso demonstrativo (hands-on, com notebooks dos participantes) que aborda os papéis de algodão e alfacelulose, o gerenciamento de cores e workflow da imagem digital, até a sua impressão. Serão trabalhados os cuidados na captura digital, calibragem de monitores e câmeras, perfis ICC, arquivo master RGB, modo LAB, RGB para P&B, falsos perfis, calibragem de impressoras, o Color Settings do Photoshop, ingestão das imagens no Lightroom, processamento dos arquivos RAW, interpolação, conversão dos arquivos e impressão.





Equipamento necessário



Notebooks dos alunos , Photoshop CS4 ou superior, e Lightroom 3.0 (recomendado).





Público Alvo



Fotógrafos e artistas que trabalhem ou tenham interesse na impressão de fotografias no campo das artes visuais.





Os ministrantes



Clicio Barroso é fotógrafo, autor de livros técnicos e impressor. Participa regularmente de exposições, e por três vezes recebeu o Prêmio Abril de Jornalismo, categoria Fotografia. Na área digital, estudou com Dan Margulis, Scott Kelby e Peter Krogh, entre outros.

Clicio tem ministrado cursos, palestras e workshops em faculdades e cursos de pós graduação, em instituições como o SENAC, UEL, Escola São Paulo, entre outras.

Diretor da Associação de Fotógrafos Fototech, é colunista da revista Digital Photography, e colaborador de várias outras revistas especializadas em fotografia.



Caio Oliveira é executivo da Canson, e tem grande experiência nas áreas de papéis fine art, substratos, conservação e longevidade.

Em sua apresentação, os diferentes tipos de substratos, coatings e processos de interação papel/tinta pigmentada, são demonstrados, tornando o procedimento claro e fácil.







PERNAMBUCO – 81 3424.1310

Show histórico de maestros marca apoteose do Carnaval do Recife













Quem resistiu ao cansaço para participar da apoteose do Carnaval do Recife não se arrependeu. Os foliões presenciaram um espetáculo emocionante, para encher de orgulho qualquer pernambucano e impressionar os turistas. Maestro Spok, que subiu ao palco do Marco Zero às 3h30 desta quarta-feira (09), fez um show dedicado aos grandes mestres do frevo, responsáveis por eternizar o ritmo no Estado. Além da presença de todos os maestros no palco, a apresentação contou com vários artistas convidados.




Logo no início do show, ao som do hit "Vassourinha", primeira canção executada pelos mais de 200 músicos da orquestra gigante, o público foi surpreendido com uma queima de fogos e chuva de papel picado, deixando a festa ainda mais bonita.












Quem resistiu ao cansaço para participar da apoteose do Carnaval do Recife não se arrependeu. Os foliões presenciaram um espetáculo emocionante, para encher de orgulho qualquer pernambucano e impressionar os turistas. Maestro Spok, que subiu ao palco do Marco Zero às 3h30 desta quarta-feira (09), fez um show dedicado aos grandes mestres do frevo, responsáveis por eternizar o ritmo no Estado. Além da presença de todos os maestros no palco, a apresentação contou com vários artistas convidados.



Logo no início do show, ao som do hit "Vassourinha", primeira canção executada pelos mais de 200 músicos da orquestra gigante, o público foi surpreendido com uma queima de fogos e chuva de papel picado, deixando a festa ainda mais bonita.

Desfile do Bloco enquanto isso na sala de justiça - Olinda

O dia em que o Recife fica mais bonito

Recife, cinco de março de 2011. Por mais um ano, o Galo da Madrugada mostrou ao Brasil e ao mundo um espetáculo de fazer inveja a quem está longe e de fazer “perder o sapato” quem esteve entre os foliões que invadiram as ruas do Centro do Recife. Desde as nove horas da manhã - quando fogos e clarins anunciaram o início da festa - até o final da tarde deste Sábado de Zé Pereira, o Bairro de São José e circunvizinhos foram tomados por uma verdadeira explosão de alegria com o 34° desfile da ave mais famosa do carnaval mundial. Mantendo a tradição já de vários anos, o maior bloco carnavalesco do planeta reuniu mais de um milhão e meio de pessoas, de todas as partes do Brasil e do mundo, reunidas para saudar a majestade real do carnaval de Pernambuco e também a chegada dos dias de momo. Tudo, é claro, ao som do bom e tradicional frevo!





Com o tema “Voltei, Recife!”, o Galo homenageou, este ano, aos conterrâneos que moram longe, mas que, como todo bom pernambucano, sempre voltam à terra querida para curtir o maior e melhor carnaval do planeta. O novo percurso, que teve a Avenida Dantas Barreto como corredor principal – substituindo a Rua da Concórdia –, proporcionou aos foliões um espaço mais amplo para curtirem a festa mais esperada do ano.




A chuva até que tentou aparecer nas primeiras horas do desfile, mas o Sol, para a alegria de toda a multidão, mais uma vez reinou absoluto durante todo o Sábado de Zé Pereira. Foliões e cantores responderam ao clima privilegiado com refrões como “ai, que calor!”, “eu quero água, água pra beber” e “moro num país tropical, abençoado por Deus e bonito por natureza”.



Atrações locais e nacionais foi o que não faltou no desfile, todas presentes para reverenciar o ritmo maior do carnaval do Estado: o frevo. Entre os destaques, as cantoras Fafá de Belém e Maria Gadú, que, ao lado de Gustavo Travassos e Nena Queiroga – respectivamente -, caíram na “frevança” e mostraram, em cima dos trios elétricos, que já caíram nas graças do ritmo pernambucano

BALANÇO PARCIAL Carnaval de Olinda reuniu 1,8 milhão de pessoas

JC Imagem
http://www2.uol.com.br/JC/bacalahu_TC_g.jpg
Desfile do Bacalhau do Batata começou pouco depois das 10h
Quarta-feira Ingrata? Nem pensar! As ladeiras de Olinda ainda fervem com o desfile do Bacalhau do Batata e Mungunzá de Zuza. A concentração começou às 8h no Alto da Sé, no Sítio Histórico. A saída foi às 10h10 e a festa continua até a noite. Aproximadamente 12h, o cortejo passou na frente da Prefeitura, com a banda tocando os sucessos Vassourinhas, Hino do Elefante e até o Hino de Pernambuco. Sombrinhas de frevo coloriam o cenário daqueles que ainda não deixam a festa de Momo terminar.

Pouco antes do Bacalhau descer a ladeira, um senhor embriagado tocava uma corneta de plástico vermelha junto com a orquestra de frevo, arrancando risadas dos foliões que seguiam o bloco. Alguns bonecos gigantes também participaram do desfile. Poucas pessoas estavam fantasiadas, mas animação não faltou em momento algum.

domingo, 6 de março de 2011

Shows no Marco Zero Sábado dia 05 Março

Otto Show Marco zero


 Show Marco Zero
                                                                                        Vanessa da Mata

Vanessa da Mata

sábado, 5 de março de 2011

Desfile do Galo da Madrugada 2011

O Galo da Madrugada voltou a arrastar uma multidão pelas ruas do Recife, durante este sábado de Zé Pereira (5). Nem mesmo o calor, escondido no mormaço de um céu nublado, foi capaz de desanimar a massa humana, que pulava e pedia frevo a todo instante. Este foi o primeiro ano que o Galo da Madrugada - que entrou no Livro dos Recordes como o Maior Bloco de Rua do Mundo - teve seu percurso alterado. Em vez da apertada Rua da Concórdia, o desfile aconteceu pela Avenida Dantas Barreto. Mais espaçoso, o novo trajeto acabou beneficiando o folião que gosta de brincar com mais conforto. Pode frevar, folião. O Galo já deu sua bênção.

Um incidente considerado leve pelo Corpo de Bombeiros foi registrado já na dispersão, na Rua do Imperador, por volta das 14h. Duas pessoas que estavam no carro de apoio do trio de Gustavo Travassos e Fafá de Belém - o primeiro a desfilar - caíram de uma altura de três metros depois de se chocarem contra fios telefônicos que ficam na via. Eles foram medicados e estão bem. Outro "incidente" foi o fato de, na madrugada deste sábado, a poucas horas do início do desfile, a cantora baiana Daniela Mercury cancelar sua participação no Galo alegando incompatibilidade da agenda com o carnaval de Salvador.

CONFIRA

» Foliões reclamam da falta de banheiros ao longo do percurso do Galo

» Cobertura participativa bate recorde. Veja como foi

» No trio com Elba Ramalho e Silvério Pessoa
SOCIAL1

» Celebridades marcam presença no Camarote oficial



BLOG DE JAMILDO

» Eduardo pede um Carnaval de paz aos pernambucanos



Mesmo com mais espaço para brincar, teve folião que reclamou da substituição da tradicional Rua da Concórdia pela Dantas Barreto. "Aqui tá mais espaçoso, mas nada se compara ao aperto e empurra-empurra da Concórdia. Para mim, tiraram um pouco do charme do Galo. Mas não vou deixar de brincar por conta disso", informou o funcionário público Marcos Pereira, que estava acompanhado da esposa.









Desfile inaugurou novo trajeto, sem a Rua da Concórdia e incluindo a Avenida Dantas Barreto

(Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem)



Mesmo com a reclamação de alguns brincantes, é fato que o novo trajeto melhorou e muito o desfile da agremiação. Com mais espaço, o número de brigas e confusões diminuiram. Até 15h deste sábado, nenhuma ocorrência tinha sido registrada no Tribunal do Folião, localizado no Fórum Thomaz de Aquino. Apenas algumas pessoas que foram surpreendidas cometendo pequenos furtos foram retiradas do local pela Polícia Militar.



O desfile só voltou a lembrar a Rua da Concórdia (marcada pelo aperto) no fim da Dantas Barreto, já entrando na Avenida Guararapes. Após percorrer toda a Guararapes, o folião podia se deparar com um Galo mais alto, imponente na Ponte Duarte Coelho, e com um novo recurso: este ano, ele estava girando, olhando e abençoando os foliões em todas as direções.



As fantasias foram um caso à parte no Galo. O Conde Drácula saiu do caixão, Bin Laden resolveu apreciar o Carnaval de Pernambuco, Dilma Rousseff deixou a sisudez de lado e aprendeu a frevar. E está enganado quem pensa que o ex-presidente Lula não veio para o Galo. Ele estava lá. No meio da multidão, na fantasia de vários foliões. Ah, também não faltaram homenagens a Hosni Mubarak e Muammar Kadhafi, ditadores do Oriente Médio.



No total, foram 26 trios elétricos, com o frevo predominando em todos eles. Agora, é se recuperar para brincar nos outros dias de Carnaval.



Compartilhe essa notícia

Comente esta matéria

Login:



Senha:



Seu nome no comentário:



Digite os caracteres*



Comentário:





Cadastre-se! Esqueceu a senha?

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O JC ONLINE reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa. Para participar, é preciso ser cadastrado no Portal.

Publicidade

seções



MemóriaAtrás da máscaraGuia do foliãoEntrando no climaSocial1 no CarnavalAgendaPelo BrasilHospedagemVocê na FoliaInteriorOlinda - Agenda completaRecife - Agenda completaÚltimas notíciasRecursos

Aumentar texto

Diminuir texto

Imprimir notícia

Enviar para um amigo

Agregar RSS

Comentar

Reportar Erros


foto: xicco limma

Foto: xicco Limma

Foto xicco Limma

foto: xicco Limma

foto : xicco Limma

foto: xicco Limma

foto: xicco Limma

foto: xicco Limma

foto: xicco Limma

foto: xicco Limma